Lies

Eu minto. Minto mas não minto sempre e nem toda hora, e nem minto sobre coisas sérias. Só aquelas menitirinhas rotineiras, como por exemplo: amanda, tem um chicete ai? Não tenho não ): (guardando discretamente o último chiclete na bolsa) SUHAUSAUHSS. Nada anormal. Eu nunca vi problema em minhas mentirinhas, são coisas normais sabe? Coisas normais de cada um.

Mas o fato de alguém mentir pra mim… é complicado. Sinto como se eu não fosse digna da verdade. Não estou generalizando, sei que há coisas que realmente não dá pra falar, ou só dá pra falar a verdade depois de um tempo, coisas da vida sim. Porém não considero todas as mentiras ditas como dignas de perdão. Tem certas mentiras, que se fosse evitadas, evitariam consequências desastrosas ou que pudessem ter o poder de ferir alguém. Ou seja, não gosto que mintam pra mim, mas consigo perdoar quem sinceramente depois diz a verdade, porque eu prefiro mil vezes que a pessoa diga que mentiu, do que eu descobrir por outros meios.

Resumindo, sempre estaremos cercados de mentiras – inocentes ou não. Eu não considero a mentira algo certo, seja ela boa ou não, mas como não há como evitar, o jeito é conviver e tentar ser o mais sincero possível, doa a quem doer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s