O outro lado

Lindas amizades, todo mundo rindo de tudo, abraços sinceros e tudo o que você precisa. Não, não é assim tão lindo. Talvez nos filmes, novelas, séries, livros e tudo mais. Mas não é o que você pode falar que acontece. Temos nossas amizades verdadeiras. Pessoas que, se você tropeçar, ela já está com a mão para te ajudar, ou simplismente perguntar se está bem e rir com você. Com você, não de você. Enfim.

O problema é que infelizmente há o outro lado, o lado ruim, o lado negro, o yin do nosso yang. E não é tão fácil percebê-lo como uma mancha preta numa superfície branca. Na verdade se assemelha mais com uma mancha transparente. E você só vai perceber que ela existe quando precisar da superfície e ela não estará limpa. É um clichê: você só conhece seus verdadeiros amigos quando realmente precisa deles. É um fato, um fatão.

Baseado nisso, foi que percebi uma coisa que preferiria que fosse mentira: algumas pessoas que eu considerava bastante, na verdade são só mais umas amigas, que estão ali para a diversão, e não para o aperto. E nisso eu encerro este post, sabendo com minha conciência limpa que, sempre que precisarem, eu estarei a postos para ajudar, mesmo sabendo que a maioria não se importaria comigo do mesmo jeito.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O outro lado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s