O nó

Um nó pode ser feito de várias formas: nó cego, de marinhiero, tipo laço, enfim. Mas ele também pode ser desatado de várias maneiras também. Pelo desgaste, por mãos humanas ou por outras coisas mais, aos poucos um nó em particular está se desatando.
Talvez um motivo banal como uma mãozinha curiosa que decidiu puxar a pontinha e acabou por desfazendo, ou por algo mais curioso como por razão nenhuma, simplismente o nó cansou de ser nó e agora quer ser uma corda reta. Quem vai dizer?
Certos laços que estão afrouxando, estão provocando mais do que apenas o desfeitio deste. Há muito mais consequências que isso. Exista por trás algo sublime, que foi contruído com o tempo e se tornou maravilhoso, porém está se tornando mais fraco, quase que uma simples fita. Espero no entanto que haja alguma coisa ou alguém que consigo enlaçar novamente esse bela fita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s