Desabafo

tumblr_mdtcx1SjIw1r0i9t4o1_500_large

Após muito tempo ausente, voltei, tirei o pó, espantei as aranhas e agora está tudo em ordem. O tempo disponível é inversamente proporcional à quantidade de livros, cadernos e post-its que ocupam minha mesa. E cada tempo extra é automaticamente direcionado para descanso. Se não estudando, dormindo. Se não dormindo, estudando ou com sono. Poucas são as horas que posso ficar tranquila e aproveitar o sol lá fora. Mas, como perceberam, não há reclamações, pois são as privações agora que garantem a tranquilidade de amanhã. E parar é jogar fora todo a motivação de ter começado. O cansaço de agora é o valeu a pena de amanhã. E tenho dito.

Anúncios

Boas novas

Girl

Olá,

Saudades de escrever, de me expressar. Duro é abrir a página de “Novo Post” todo dia e não tem reação para escrever nada. Tempos se passaram após minha última postagem. O mês mudou, o ano mudou, relacionamentos mudaram, idade mudou. Domingo eu ainda tinha 17, hoje já possuo dezoito anos completos, mas não posso esquecer que com grandes poderes vêm grandes responsabilidades. Este ano, pretendo cursar uma boa faculdade e estou aguardando para saber os resultados, confesso que a espera é angustiante, diante da minha ansiedade e vontade de começar tudo isso de uma vez. A caminhada continua, mas desta vez os passos são permanentes, como se eu andasse por cimento fresco. Quero viajar, conhecer lugares novos e voltar nos bons lugares que visitei. Tomar um bom café e correr atrás dos sonhos, pois diferente da neve, eles não caem do céu. Entretanto se mantêm por pouco tempo no mesmo lugar, como uma chuva de verão. Boas coisas do passado duraram por bom tempo, mas acabaram. Felizmente, aprendi e ensinei, não me arrependo de nada. Olho pra frente com esperança de um dia ensolarado e fresco, sentindo a brisa e esperando as boas novas.

Vejo vocês em breve,

Beijos e abraços.

Retrato

Ela tem cabelos castanhos longos e olhos negros como a noite. Anda pelas ruas com seu jeito singular e vai na direção do vento que fique a favor do balanço ideal de seu cabelo. Mas talvez características físicas não sejam necessárias para definí-la. Os tropeços fazem parte de seu dia a dia pois apesar de uma mente centrada no que quer, não consegue organizar seus passos de modo que ande sem esbarrar nas esquinas da vida. Vive com deficiência psicológica, não consegue organizar pensamentos e exclui os importantes. Tem medo do previsível e logo se esconde ao ouvir previsões esteriotizadas. Passa seus dias sorrindo e suas noites refletindo sobre o amanhã. Caminha normalmente porém esquece de entrar com o pé direito nos lugares públicos e privados de seu trajeto. Hoje ela está com seu objetivo próximo, todavia esqueceu do mais importante: cuidar do que diariamente cuidou dela no caminho até aqui.

Bem vindo

E comecemos agosto com o pé direito, por favor. São apenas 31 dias, como de outros meses por ai, mas de alguma maneira desconhecida e com a ausência de feriados, esses dias se tornam o dobro. Vamos passar esses dias sem tanta preocupação, com mais sonhos do que noites mal dormidas, com dias recordáveis no lugar de dias ruins. Talvez passe rápido pra você ou pra mim, mas só talvez. Não podemos esquecer que após agosto, os meses não passam rápido, eles simplesmente voam, como águias poderosas no imenso céu infinito. Que tudo fique bem, ao menos na medida do possível. E que esse tempo só traga alegria a todos. Bem vindo Agosto!

Enjoy

Às vezes pela falta de tempo e correria, esquecemos das pequenas coisas da vida. Ao andar apressadamente pela rua, ignoramos o céu azul, em sua imensidão infinita. Não paramos para cheiras as flores que oferecem seu perfume gratuitamente, para que alguém tenha seu olfato agraciado pelo doce cheiro da natureza. Tantas cores, odores e sabores que deixamos de reparar, tanta beleza desperdiçada por tolice… Tanto stress que poderia ser evitado, se deixássemos a harmonia da natureza fluir em nós. É hora de ouvir o canto dos pássaros ao invés de prestar atenção no tic-tac do relógio, ver a paisagem no lugar da perseguidora tela de celular e sentir a leveza, afastando-se da desordem cotidiana.

Here we go again

É mais do que o simples arranjo de palavras para obter algum sentido. É dedicação e empenho. Requer atenção e principalmente criatividade, pelo menos um pouquinho. Talvez não seja tarefa para um qualquer, mas com força de vontade, torna-se possível para qualquer um. Foram muitas ideias, a maioria sem sentido. Houveram também diversos pedidos de ajuda, qualquer coisa bastava. Muitos banhos tomados para que no meio do vapor surgisse algo mirabolante e que depois eu conseguisse expôr da melhor maneira possível. Mês vai, mês vem, tempo sobra, tempo falta. E no  meio das lacunas nas horas eu consigo produzir algo. Confesso que utilizo a técnica de observação, saber o que as pessoas fazem, pensam e sentem. Relacionar meu eu com o eu do outro, abordar assuntos polêmicos ou simbólicos e desta maneira conseguir passar a ideia para o alguém do outro lado da tela. Amadureci a mente e as palavras, aprendi lições e me conheci melhor.

Obrigada por estarem comigo, seja desde o começo, do meio ou de pouco tempo atrás. Não chegaria onde cheguei sem vocês, obrigada leitores, amigos e todos que me apoiaram ou que contribuiram para que o blog fosse ficando cada dia mais bonito. E à todos nós, feliz dois anos de blog!

 

Pronta

Que venha a sociedade me julgar. Que venham todos! Não tenho medo de ninguém, construí uma fortaleza e estou pronta pra qualquer desafio. Não vim aqui para ter tudo ao alcance das mãos ou caído do céu. Vim porque gosto de me sentir desafiada, e é isso uma das coisas que me movem. Tragam todas suas pedras e atirem-nas em mim, não tenho medo de sentir dor. Sentirei-as atacando-me mas não recuarei. Enfrentarei de frente todos que um dia me deram as costas. Afinal, porque insistem em me julgar sem antes ouvir meus motivos? Todas as dores e alegrias que trouxeram-me até aqui? Abram seus ouvidos, seus olhos, seus corações. Não impeço-lhes de ter um pré-conceito, mas antes de concluí-lo, escutem-me. Só peço isso.

Imperfeito

Talvez quando o dia tenha tendência para ser ruim, ele será ruim. Independente do que aconteça de bom, sempre haverá o mau para anula-ló. Posso ter acordado com o pé esquerdo, ou passado por baixo de alguma escada ou até mesmo um gato preto passou ao meu lado desapercebido. Quem que sabe? É provável que no meu calendário estivesse escrito que dia dez de março de dois mil e doze seria chato, cansativo com uma dose de estresse. Acordei mal e dormirei exatamente do mesmo jeito, mas não significa que o amanhã será do mesmo jeito. Como todos os seres racionais existentes tenho meus dias ruins, minhas semanas cansativas, meus meses intermináveis e meus anos imemoráveis. Agora já é hora de descansar a cabeça, pousar sobre um travesseiro confortável e deixar-me dominar pelo meu subconciente criativo. Boa noite.

Decisões

Sei que talvez seja cedo demais, precipitado demais. Posso estar colocando o carro na frente dos bois, mas algo me diz que certas escolhas devem ser tomadas com antecedência, para que no futuro tudo esteja organizado e saia bem feito. Entretanto o futuro me atormenta, me põe obstáculos, me prega peças e no meio desse confusão estou me procurando. Será que meus atos estão sendo bem pensados? Ou – repito – estou sendo precipitada? São lacunas que ainda estou procurando preencher, porém confesso que sem muito êxito até agora.

Essência

Pessoas são mutáveis, porém algo nelas permanesce praticamente intacto. Talvez seja uma das características que mais aprecio em alguém e, cada parte adjacente e/ou originada de, é verdadeira e sutil. Encontrar e, principalmente, compreender esse núcleo faz com que as pessoas deixem de ser tão enigmáticas. A busca da essência é um trabalho ardiloso que necessita uma busca incessável que no fim pode ser que resulte em nenhum resultado, mas como saber se não procurar? Como outro qualquer desafio, precisamos primeiro planejar o percurso, estudar as dificuldades para só então chegarmos à origem de tudo e obter as respostas. Ou talvez obter mais e mais perguntas.