Ali

Olá 😀

Eu estou nervosa, nervosa no sentido de inquietação. Algumas horas atrás (+-13h30) a bolsa que envolvia meu irmão estorou, e agora minha mãe está no hospital com meu pai, e eu estou aqui, sem notícas de ninguém e esperando que alguém me avise de algo. Ele pode nascer a qualquer momento, e quando eu sai do hospital, minha mãe estava passando por uns exames… Meu irmãozinho, tão esperado agora está ali, podendo vir ao mundo a qualquer momento. Mal posso esperar para ver o rostinho dele *-* ‘

Me desejem sorte (:

Beeijos de uma menina que está aflita :*

Anúncios

Como será seu sorriso?

Me virei no instante que ouvi sua voz, ecoado por minha mente enquanto tentava apesar imaginar teu sorriso. Ele não pertence a mim, ele não tem dona, mas ele já gosta de alguém e isso não poderia mudar tão cedo. Ele tem chances com ela? Claro, todos temos chances com todo mundo, mas felizmente para mim e infelizmente para ele, ela já tem dona, namora e não vai ser tão cedo e nem tão tarde que eles vão se separar e ela virá para os braços dele. Ela só o beijos uma única vez, num momento não tão sóbrio, por insistência dele mas ela já deixou claro que não quer nada com ele, que foi só um beijo e nada mais. Ah! Como eu queria poder provar de seu sabor mas mal posso tocá-lo, não por não querer – ao contrário disso – mas por motivos extras e que eu mal falo com ele direito… Enquanto isso fico imaginando a voz dele, me ligando e falando um bom dia, perguntando como eu estava… ou simplesmente abrindo um sorriso quando me visse e depois me saudar com um beijinho. Isso não vai acontecer, talvez nunca aconteça, ele mal olha para mim, ele não fala comigo. De mim, só sabe que sou uma garota e sabe também meu nome. De longe ele observa a vítima, que já presa em uma armadilha do amor, não pode e nem quer ser dele, mas ele continua a olhar, enquanto, no outro lado do mundo, eu fico apenas tentando imaginar seu sorriso. (: