Sei lá

O ano cada dia mais se aproxima do fim. Já é mais de meio ano, e a partir de agosto os meses voarão. Estou como que num respiro, naquela hora que puxamos o ar antes de começar a nadar ou correr. É estranho pensar que tudo está acabando e que uma nova fase se aproxima. Logo é hora de enfrentar frente a frente mais um desafio, mais uma etapa importante que vem por aí. Estou no aquecimento faz mais de um ano, veremos então o que dará disso tudo. Enquanto isso vou inspirando até que a hora chegue.

Leia-me

Completa-me. Em todos os aspectos. Compreenda-me. E não perca a paciência comigo. Beija-me. Me faça feliz. Abraçe-me. Não me deixe definhar e me tome em seus braços. Cuide-me. Quando eu estiver mal, doente ou simplismente triste. Sinta-me. Te abraçando, fazendo carinho sem fim. Faça-me rir eternamente. Diga-me. Que me ama. Ama-me. Como eu te amo, pra sempre. ♥

Completo

Fazia um clima nublado lá fora. As nuvens se combinavam em tons cinzentos mas não chovia, apenas caía uma garoa de vez em quando. Mas ninguém prestava atenção a isso, um só tinha olhos para o outro. Nenhum ruído os interromperia. Olhos e ouvidos se concentravam em quem estava a sua frente. Tão bobinhos e apaixonados ao mesmo tempo… Amor, o ar condicionado tá muito baixo, tô morrendo de frio! E ele levantou e aumentou um pouco. Vem aqui amor, que eu te esquento. E ficaram abraçados, juntos como se fossem um só. Ele fazia carinho nos cabelos dela, ela acariciava-o. Ninguém ali queria que as horas continuassem a contar, por eles, o tempo ficaria parado para sempre e eles ficariam ali, um com o outro, naquela tarde nublada de sábado. E nada seria mais perfeito.